terça-feira, 23 de março de 2010

sede...

quem me dera
ter agúa da fonte pura
no teu néctar bebera
sorvos da tua ternura

2 comentários:

Lara Amaral disse...

Bonitos poemas. Passando aqui para ler seu romantismo =).

Beijo.

angela disse...

quem me dera
a agua de sua fonte
de inspiração pura
beber de monte
beijos