quinta-feira, 11 de março de 2010

apaixonado

na beira do mar
sonhei o teu mistério
vi a gaivota no seu voar
no desejo fiquei ébrio

15 comentários:

luciernagadeluz disse...

Uffffff Braulio que maravilla, me quedo con tus versos. Un beso enormeeeeee

Albuq disse...

Como sempre APAIXONANTEMENTE ROMÂNTICO!
O que mais gosto dos teus versos é que mesmo sem está apaixonado a gente sente!
bjs

Sandra Botelho disse...

AS ondas me trouxeram teu cheiro
No misterio de teus olhos mergulhei
Ébrio de amor me entreguei
e descansando em teu corpo, sonhei!

Gosto de duetar com você. Bjos querido amigo poeta tenha dias lindos!

Lara Amaral disse...

Que linda imagem poética vc criou, até vi a gaivota daqui =).

Beijos.

Laura disse...

Na beira do mar
encontrei o mistério a chorar
trazia na mão um coração
que ao mar foi deitado
sem razão!

Uma gaivota passou a voar
e sobre as águas a deslizar
eu via-segredar ao mar
que um dia iria voltar
transformada numa noite de luar
para meus sonhos acalentar.

Beijinhos meu querido amigo, e mais um abraço, da, laura

rosa-branca disse...

Á beira do mar, serena
Eu espero por ti amor
Não me faças é ter pena
Desta espera, por favor.

Beijos

Sonhadora disse...

Meu querido
Sempre lindos teus poemas...perfumados.

beijinhos
Sonhadora

angela disse...

bebi seus versos
e fiquei feliz.
beijos amigo

Secreta disse...

Mistérios que nos envolvem.

María Jesús Verdú disse...

Me alegró mucho tu visita. Todavía estoy poniéndome al día con los comentarios. Un placer leerte y visitarte. Feliz fin de semana

Ana Paula Duarte disse...

À beira do mar, meu delírio ufanico!
Enebriada estou, dos teus ternos versos!
\o/
Parabéns!

segredo disse...

Um misterio k pode encantar mas k da cabo de nós ate entender!
Beijinho de lua*.*

reltih disse...

buena forma de ver amor.
un abrazo

Priscila Rôde disse...

Apaixonante!

Maria Valadas disse...

Querido Bráulio,

Quantas e quantas vezes eu gostaria de ser uma gaivota!

Uma quadra muito romântica.

Bom fim de semana.

Beijo.