domingo, 10 de janeiro de 2010

amo-te

roubei o brilho há lua...
quis dar-lo ao teu olhar...
e nesta paixao tua.....
morremos de tanto Amar...

8 comentários:

Sonhadora disse...

Meu amigo

Lindissima poesia, como sempre.

beijinhos carinhosos

sonhadora

Braulio Pereira disse...

minha amiga
meu sonho.
dá-me prazer ter-la aqui.

volta sempre a minha casa é tua.

obrigado

beijos com todo meu carinho
um xi-coraçâo fáz frio...

segredo disse...

K esse amor dê vida e não mate!!!
Intenso e bonito!
Beijinho de lua*.*

Braulio Pereira disse...

hola "segredo"
sim vida e paixao
alegria.. ternura.
sem ferir nunca.
e menos matar..

gostas-te sou feliz
obrigado..lua

beijos..=)*

Lara Amaral disse...

Mas não morre-se na praia
Renasce-se nela, ao luar
Que puxa nossas águas quentes
Devolvendo-as mornas ao despertar.

Boa semana para ti!

Braulio Pereira disse...

que lindo Lara
voce é fogo fértil..
renasce-se nela .. (inundame.)
que puxa..

cada palavra tua é uma suave caricia viu..
aguas mornas ao despetar

essencia divina de menina mulher..

feliz semana para ti...

Priscila Rôde disse...

Morrer de tanto amar..
é lindo!

Braulio Pereira disse...

voce é linda
deixou fofura..

beijos...