domingo, 19 de julho de 2009

*

o dia cai de cansaço.
acaricia a noite...
abre os seus braços
docemente prenoita

4 comentários:

AFRICA EM POESIA disse...

Chego ...sento-me e deixo...


Presença ausente

Estou aqui sentada
Lápis entre os dedos.
Um copo de martini ao pé de mim
Bebo um golo e deixo-me pensar…

O lápis corre vagarosamente o papel
O meu pensamento voa…
Como sempre – olho o universo…
Mas não consigo deixar de pensar em ti…

Queria ter-te aqui…queria estar contigo.
E saborearmos o ar livre…
Vagarosamente ponho o copo nos lábios…
Bebo o martini como um ritual… e continuo a sonhar…


Lili Laranjo

andrea miranda disse...

ha que ternura de palabras, las que compartes son una dulzura besos.

Braulio Pereira disse...

querida amiga

sonhar é viver

lindo poema


gostei da tua visita

sou mais feliz


um abraço

Braulio Pereira disse...

hola andrea

gracias por tu cariño

son para ti mis versos.

vive la vida.

sonri.

ama


vibra de emocion


un beso corazon.