quarta-feira, 10 de novembro de 2010

na minha alma brota
água da tua secura
a dor nâo nos importa
és alegria da minha amargura

17 comentários:

Sandra Botelho disse...

És poço profundo
de aguas cristalinas
beber na tua fonte
me faz ser menina...

bjos achocoaltados

reltih disse...

siempre es un gran placer leer sus hermosos pensamiento.
un abrazo

Sonhadora disse...

Meu querido

Lindo como sempre...também és a alegria da minha amargura.

beijinhos
Sonhadora

J.M. Ojeda disse...

¡Hola Braulio Pereira!
Bonitas y sencillas letras llenas de sensaciones.

Saludos de J.M. Ojeda.

Sandra Botelho disse...

Passando pra deixar-te um beijo e desejar-te dias lindos.Bjos achocolatados

Curiosa disse...

que lindo, Bráulio ...
um prazer Te ler ...

Analuz disse...

A secura da alma
Se cura com poesia...

Beijo iluminado, poeta!

Passe lá pelo Luz, viu?
Aguardo um sorriso seu...

Filoxera disse...

Nesse caso, o fim da amargura.
Bom fim-de-semana.

Albuq disse...

tão bom ser alegria de alguém... belo. bjs

Primavera disse...

En mi alma
brota la esperanza
del riego de tu amor
Primavera

Sandra Botelho disse...

Oi amigo querido, vim desejar-te um lindo final de semana.
Bjos achocolatados

Vivian disse...

...és manacial de poesia
que faz a minha alegria!

bj, doce poeta!

Klawdya disse...

Que belo poema é um prazer ler suas belas letras.

beijos.

Lilá(s) disse...

Que bom ser a alegria da amargura!!...
Bjs

Insana disse...

leve magico uma maravilha.

bjs
Insana

MTeresa disse...

Querido amigo
la ilusión de vivir
frente a la amargura.
Un beso

Sandra Botelho disse...

passando pra deixar-te um beijo e desejar-te dias lindos!
Bjos achocolatados querido amigo