terça-feira, 1 de dezembro de 2009

luar....

luz da lua..
que no mar resplandece..
a minha alma e a tua...
ai.... teus labios tivesse..

8 comentários:

Lara Amaral disse...

Olá, meu mais novo amigo!

Seus versos retratam pensamentos eternos, pois como vc mesmo me disse, poetas não têm idade, nem raça... A poesia nos une numa só voz.

Beijos!

Braulio Pereira disse...

olá querida amiga..

amizade é um Amor...
sem fim..


meu poema flor...

é para ti.


beijos ternura..

ஐ Lucero ஐ disse...

Que bello Braulio como siempre,un abrazo y buen dia para ti

Braulio Pereira disse...

bella es tu ternura.

sienpre dandome animo.

gracias "lucero"

afectuoso abrazo..

feliz dia.

reltih disse...

debe ser un beso muy tierno.
un aplauso a tu hermosa poesía

angela disse...

Lindo poema que nos surpreende no engano.
beijos

Braulio Pereira disse...

gracias por tu aplauso..

un abrazo poeta..

Braulio Pereira disse...

no engano..
d·uma paixao..
sem desengano..
há liberaçao..

beijo angela..

feliz noite..