domingo, 1 de março de 2009

frenesim...

dor.... na minha paixao
dá-me o teu amor
arde como um vulcao
nao quero morrer na dor..

2 comentários:

Palma da Mão disse...

Ninguém deverá nunca morrer na dor, deveremos sorrir porque aconteceu e não chorar porque terminou, aprender a viver cada momento de cada vez, saboreá-lo...
Beijinhos
Liliana

braulio disse...

é mesmo a vida é para viver-la
saborear. os momentos.
aqui quis curar a dor
no meu verso.
beijinhos

braulio